MENU

Projeto “Pré-Enem Solidário na Pandemia” foi eleito o melhor trabalho da 6ª Semex

Trabalho foi executado durante cinco meses numa escola pública do interior

às 13h24
Compartilhe:

O projeto “Pré-Enem Solidário em tempos de Pandemia: Relato de Experiência na perspectiva de universitários voluntários” foi eleito o melhor trabalho apresentado na 6ª Semex. Com orientação da docente, Renata Ferreira, o trabalho teve como autoras a graduanda em Odontologia pela Ufal, Karine Cecília do Nascimento Souza e a aluna de Psicologia da Unit Alagoas Maria Cleide Vicente da Silva.

O trabalho teve como objetivo possibilitar maiores condições de equidade para os alunos vestibulandos da 3° série do Ensino Médio da Escola Estadual Manoel de Matos (EEMM) em Santana do Mundaú – Alagoas e foi desenvolvido durante cinco meses. Através de feedbacks os alunos deixaram transparecer sentimentos e expectativas sobre o ingresso à Universidade.

De acordo com as autoras, o projeto social em meio a uma pandemia trouxe esperança e oportunidades para os participantes, destacando-se como um recurso social importante na jornada de pré-universitários em um ano atípico. Para elas, o resultado do projeto foi satisfatório pois muitos alunos conseguiram notas boas no Enem, principalmente na redação: mais de 800 pontos.

“No projeto participei como idealizadora da versão remota e mentora, oferecendo suporte aos professores e alunos. Nesse período pude perceber o empenho de cada professor voluntário durante a preparação e aplicação das aulas, era notório o vínculo criado entre professor e aluno, transparecendo escuta, acolhimento e incentivo. O reconhecimento do trabalho realizado me motiva a desenvolver muitos outros projetos sociais. Ser premiada em 1° e 3° lugar na Semex reforça o princípio de promover o acesso da Ciência Psicológica à população”, comenta Maria Cleide.

Karine explica que foi através do projeto que elas conseguiram levar dignidade, tranquilidade e auxílio para esses discentes neste momento tão delicado. “Acima de tudo, foi um trabalho comunitário e humano que visou única e exclusivamente o bem do próximo. Quando aluna, fui beneficiada pelo projeto na sua versão presencial em 2013; hoje, retribuo ensinando para aqueles que também precisam e almejam conquistar a tão sonhada vaga na Universidade. A sensação é de dever cumprido”, relata.

Os trabalhos que ficaram em segundo e terceiro lugar foram respectivamente “O trabalho Psicologia no enfrentamento a violência sexual: um relato de experiência do projeto Proteção Integral” e “Um relato de experiência do Projeto Intervenção: Trabalhando a ansiedade em vestibulandos durante a pandemia do no novo coronavírus”, vinculados ao curso de Psicologia da Instituição da Unit Alagoas.

Compartilhe: