MENU

Atendendo à Receita 2018

Nesta nova edição o evento acontece no Parque Shopping e na Unit

às 14h37
No mês de março iniciou o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2018, que se estende até o dia 30 de abril, e o curso de Ciências Contábeis do Centro Universitário Tiradentes – Unit realiza mais uma edição do “Atendendo à Receita”. A ação será realizada no Parque Shopping, próximo ao novo Centro Médico, das 10h às 22h e no domingo, das 12h às 22h, no período de 18 a 22 de abril. Essa mesma ação também acontece no campus Amélia Maria Uchôa, em Cruz das Almas, nos dias 23 e 24 de abril, das 9h às 13h e das 17h às 21h.
Compartilhe:

O Atendendo à Receita consiste na elaboração da declaração anual do imposto de renda pessoa física, no modo simplificado, pelos alunos do curso de Ciências Contábeis da Unit, sob a supervisão dos professores do curso. Além de prestar esclarecimento e prestação de informação à comunidade em relação à declaração do imposto de renda ano base 2017.

“O objetivo principal do projeto Atendendo à Receita é atender a uma demanda por profissionais que possam oferecer às pessoas físicas, a segurança do correto cumprimento de suas obrigações fiscais, principais e acessórias, na elaboração do Imposto de Renda Pessoa Física. Além disso, ele se propõe a possibilitar aos alunos a articulação entre teoria e prática e desenvolver ações junto à comunidade externa”, afirma o coordenador do curso de Ciências Contábeis da Unit AL, Douglas Almeida.

Douglas traz um alerta sobre os processos de retificação, “Ao realizarmos as declarações é comum a prestação de informações por parte do contribuinte equivocadas, ou até mesmo a não declaração de informações que podem até melhorar. Nessas situações, ao final do projeto de Extensão existe uma equipe de trabalho contínua que realiza, quando necessária, a retificação das informações prestadas nas declarações feitas durante a realização do Projeto Atendendo a Receita. Aqueles que necessitarem deste suporte, devem procurar a coordenação do curso na época pertinente”.

Capacitação dos Alunos – Declarando Bem

Pensando em oferecer um atendimento especializado e um serviço de excelência a coordenação do curso de Ciências Contábeis preparou uma capacitação para todos os alunos que vão atuar durante o Atendendo a Receita. Eles também participam de cursos e minicursos contemplando as principais mudanças e implicações na contabilidade causadas pelas atualizações nas instruções normativas da Receita Federal pertinentes ao Imposto De Renda Pessoa Física 2018.

Documentos necessários para a declaração:

  • Informe de rendimento do empregador
  • Informe de rendimento dos bancos
  • Comprovantes de rendimento e pagamento de aluguéis
  • Comprovantes de despesas médicas e odontológicas
  • Comprovantes de despesas com educação
  • Carnês de contribuições feitas ao INSS de empregados domésticos
  • Informações de bens móveis e imóveis (veículos, casas, apartamento)
  • Documentos gerais de identificação do Contribuinte e dos dependentes.

Quem deve declarar?

  • Deve declarar o IR neste ano quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2017. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado.

Também deve declarar:

  • Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;
  • Quem obteve, em qualquer mês de 2017, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Quem teve, em 2017, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;
  • Quem tinha, até 31 de dezembro de 2017, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;
  • Quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2017.

Novidades na declaração do IR de 2018

Uma das novidades do Imposto de Renda neste ano é que serão exigidos CPF’s para dependentes incluídos na declaração com oito anos ou mais. Em 2017, o CPF havia passado a ser obrigatório para crianças a partir de 12 anos.

Imposto a pagar

  • O contribuinte que tiver imposto a pagar poderá dividir o valor em até oito cotas mensais, mas nenhuma delas pode ser inferior a R$ 50.
  • A primeira cota, ou a única, deve ser paga até 30 de abril e, as demais, até o último dia útil de cada mês, acrescidas de juros.
  • O pagamento integral do imposto, ou de suas cotas e dos acréscimos legais, pode ser efetuado mediante: transferência eletrônica de fundos por meio de sistemas eletrônicos dos bancos; Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf), em qualquer agência bancária; ou débito automático em conta-corrente.
Compartilhe: